Foi apenas um sonho

15/06/2011 § Deixe um comentário

O vazio sem esperança

     Sabe aqueles dias em que acordamos e percebemos de repente, como em um estalo, que nos transformamos em tudo aquilo que mais odiamos? Nos sentimos hipócritas e traidores de nós mesmos. E paramos para pensar como foi que chegamos ali. April Wheeler (Kate Winslet) levou sete anos para ter seu momento de epifania e acordar. Ela, uma jovem atriz cheia de ideais e sonhos, se viu em uma vida no subúrbio americano, cuidando dos filhos e da casa enquanto o marido, que até certo ponto compactuava das mesmas idéias, trabalhava fora. O que no início parecia um conto de fadas virou um pesadelo.

continue lendo

Anúncios

Vicky Cristina Barcelona

13/06/2011 § Deixe um comentário

Doce Deleite

     Aos 73 anos, com uma filmografia extensa e uma produção anual contínua é de se esperar que com o tempo, Mr. Woody Allen alternaria altos e baixos. Depois da trilogia inglesa que começou com o brilhante Match point, o razoável Scoop e por fim, o bem fraquinho O sonho de Cassandra, o diretor preferido da “tchurminha cult” provou com este Vicky Cristina Barcelona que ainda pode fazer o público se deleitar com suas ótimas histórias, cheias de tiradas sagazes e diálogos inteligentes.

continue lendo

Na mira do chefe

09/06/2011 § Deixe um comentário

Atire primeiro, divirta-se depois

     Nenhuma expressão define melhor Na mira do chefe do que seu próprio slogan, utilizado aqui como título da resenha. Ele mostra exatamente o trunfo desta produção, a alternância perfeita entre o suspense e a comédia, originando um thriller com pitadas de humor politicamente incorreto. A foto do cartaz, que mostra o personagem de Colin Farrell segurando um sorvete com uma mão e um revólver com a outra, explicita bem essa lógica.

continue lendo

Nome próprio

08/06/2011 § Deixe um comentário

http://www.cinemabrasileirocomtemporaneo.com.br

     Baseado nas histórias de uma das primeiras blogeiras do Brasil, Clarah Averbuck, Nome próprio é acima de qualquer coisa, contemporâneo. A protagonista Camila Lopes é uma jovem mulher que se muda para São Paulo almejando trocas de experiências que sirvam de matéria prima para o livro que pretende escrever. Seu blog é a principal ferramenta para tal, onde ela expõe seus pensamentos e sua rotina, esboçando uma futura obra. Nesse ponto, a questão da exposição na internet é abordada de forma inteligente, mostrando a suposta liberdade virtual, que reprime a real.

continue lendo

O escafandro e a borboleta

06/06/2011 § Deixe um comentário

1 imagem vale por 1000 palavras

     O escafandro e a borboleta é o tipo de filme que mais sofre com a “síndrome da sinopse”. No intuito de fazer uma apresentação sintética do enredo, a sinopse resume várias camadas de entendimento da obra a duas frases. A maioria das pessoas quando leem que se trata da história real do editor da revista Elle, que após um derrame fica quase totalmente paralisado, acabam preferindo algo mais “leve”. Nem a última linha que fala do fato do personagem, mesmo com toda a dificuldade, ter conseguido escrever um livro, convence o potencial espectador a escolhê-lo. A não ser que este seja fã do diretor Julian Schnabel ou do ator e cineasta Mathieu Amalric, que vale dizer está impressionante no papel.

continue lendo

Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal

05/06/2011 § Deixe um comentário

O fantástico mundo de Spielberg e Lucas

     Discorrer sobre Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal requer, inacreditavelmente, análises que vão além do filme em si. Do contrário, estaríamos simplesmente ignorando todo o valor simbólico que a nova aventura do arqueólogo vivido por Harrison Ford traz embutida. Falar de Indiana Jones é, antes de qualquer coisa, falar sobre dois expoentes do cinema blockbuster, que a cada verão arrecada milhões em bilheteria, movimentando a indústria do entretenimento. George Lucas criou o personagem e Steven Spielberg o adotou, dirigindo suas peripécias mundo afora e assim nasceu Henry Jones Jr., para os íntimos, Indy.

continue lendo

O sonho de Cassandra

03/06/2011 § Deixe um comentário

O mau presságio de Cassandra

     Quando na primeira cena do novo filme de Woody Allen, os irmãos Ian (Ewan McGregor) e Terry (Colin Farrell) se mostram obcecados em comprar um barco, que eles batizam de Cassandra’s Dream e logo depois da aquisição o objeto some da história, é sinal de que algo estranho está por vir.

continue lendo

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com resenha em Cinédoque.