Oscar 2013

26/02/2013 § Deixe um comentário

oscar 2013

     Já faz uns anos que o Oscar deixou de ser um evento-surpresa. Aquela tensão na hora de anunciar o vencedor deu lugar a uma previsibilidade absoluta estampada no rosto de quem segura o envelope. São tantas as premiações dos sindicatos pré-Oscar (Screen Actors Guild Award, Producers Guild Award, Directors Guild Award e etc…) que é possível fazer uma previsão quase exata de quem serão os laureados com o prêmio máximo da indústria cinematográfica americana. Talvez por causa disso que a organização do evento tenha aumentado o tradicional número de cinco concorrentes para dez na categoria mais importante (melhor filme) há uns anos. Mas se essa foi a intenção, a tentativa falhou, pois é visível quem são os cinco concorrentes fortes e os outros que só estão ali fazendo número. Portanto, sem mistério, tensão ou apostas em bolão que valham à pena. O mesmo acontece com o formato da apresentação que todo ano arrisca pequenas mudanças, mas nenhuma delas parece dar realmente certo e tudo acaba voltando para o trivial.

continue lendo

Anúncios

Um beijo roubado

31/05/2011 § Deixe um comentário

Blues, néon e torta de mirtilo

     Um beijo roubado não é o melhor título para o último filme do diretor chinês Wong Kar Wai. Não é à toa que o cineasta nomeou sua criação originalmente de My blueberry nigths. O tal beijo roubado compõe uma cena legal esteticamente, mas em relação ao todo é apenas um detalhe. O beijo não é o foco da trama. No centro estão “as blueberry nigths e as blueberry people”. Traduzindo: a história gira em torno de pessoas cujo destino se assemelha ao da torta de mirtilo, diariamente intocada no restaurante de Jeremy (Jude Law), pois os clientes acabam preferindo outras tortas mais suculentas, o que não quer dizer que a blueberry pie seja ruim ou que nunca será escolhida.

continue lendo

V de vingança

02/05/2011 § Deixe um comentário

V de vingança e P de polêmica

     O filme V de vingança, baseado na graphic novel homônima dos anos 80 de Alan Moore, vem causando polêmica mundo afora, o que se deve ao fato de mostrar um terrorista como herói. O longa traz consigo uma abordagem interessante nesse quesito, pois mostra o protagonista V como um justiceiro guardião da liberdade, ao mesmo tempo em que questiona se violência deve ser solucionada com violência.

continue lendo

Onde estou?

Você está navegando em publicações marcadas com Natalie Portman em Cinédoque.

%d blogueiros gostam disto: