O código Da Vinci

04/05/2011 § Deixe um comentário

Longe do original

     Quando um best-seller é adaptado para o cinema, se cria uma enorme expectativa, principalmente se foram vendidos 60 milhões de exemplares em todo o mundo, o que significa dizer que mesmo quem não leu, pelo menos já ouviu falar no polêmico livro, O código Da Vinci. Por ser adepto da teoria de que Jesus Cristo teria se casado com Maria Madalena e tido uma filha, joga pelo ralo sua divindade, ou seja, a base na qual se sustenta a Igreja Católica, o que provocaria uma crise de credibilidade sem precedentes. Para compor uma trama interessante envolvendo esse assunto, o autor misturou suspense com informações históricas e relativas à arte, em especial obras de Leonardo Da Vinci, que seria também um defensor da tal tese.

     Com um orçamento de U$125 milhões, se esperava, no mínimo, uma produção caprichada, fiel e envolvente como a história original. Mas quem disse que transformar 465 páginas de aventura e explicações sobre o Santo Graal seria tarefa fácil? O diretor Ron Howard que o diga. Nessa tentativa, o resultado final não é dos mais felizes. A montagem é confusa e a edição brusca, conseqüentemente, o timing necessário para a criação da atmosfera de suspense é reduzido em prol da impressão de agilidade ao enredo. Os espectadores que não leram o livro terão uma certa dificuldade para compreender a história pela grande quantidade de informações soltas.

     Quanto às atuações, o melhor desempenho é de Paul Bettany como o assustador Silas. A ótima maquiagem contribuiu ainda mais para a sua perfeita composição do frio, porém sereno assassino. Tom Hanks (Robert Langdon) nem parece o ator vencedor de dois Oscar. Sua representação é inexpressiva e seu penteado só favoreceu para ridicularizá-lo. Da mesma forma, a francesinha Audrey Tautou não lembra em nada a forte e decidida criptóloga Sophie Neveu do original. Ela não parece à vontade no papel e acabou não conseguindo imprimir a personalidade marcante da personagem. Resumindo, os protagonistas não conseguem cativar o público.

     A verdade é que dificilmente um filme consegue superar a imaginação de um leitor. Por isso, se o que você procura é um misto de suspense, aventura e polêmica é mais provável que encontre no recanto de seu lar, lendo a obra de Dan Brown.

Ficha Técnica

Direção: Ron Howard

Elenco: Tom Hanks, Audrey Tautou, Ian McKellen, Jean Reno, Alfred Molina, Paul Bettany…

Gênero: Suspense

Produção: EUA

Duração: 149 min

Publicado originalmente em 01 de julho de 2006.

Anúncios

Marcado:, , , , , , , , , , , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento O código Da Vinci no Cinédoque.

Meta